Seja Bem Vindo

Seguidores

sábado, 27 de junho de 2015

Ministro diz que tentará anular delação de empreiteiro

A primeira reação do governo depois de VEJA revelar os detalhes da delação premiada do empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, partiu dos ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, e da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva - que foi tesoureiro da campanha presidencial em 2014 e é acusado de pressionar o empreiteiro a doar 7,5 milhões de reais. Neste sábado, ambos concederam uma entrevista coletiva em que pouco acrescentaram ao discurso oficial de negação. A estratégia, desenhada mais cedo em uma reunião com a própria Dilma no Palácio da Alvorada, foi enfatizar que as doações foram registradas na Justiça Eleitoral e, ao mesmo tempo, dizer que outros partidos, inclusive os de oposição, foram favorecidos pelas doações da UTC.

Postagens mais visitadas