Seja Bem Vindo

Seguidores

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Moro: 'A Justiça, quando tarda muito, não é completa'

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas ações da Lava Jato em primeira instância, classificou nesta sexta-feira as prisões efetuadas no âmbito da operação como exceções - e defendeu a importância de tornar públicas as informações contidas nos processos, sobretudo nos casos que envolvem crimes contra a administração pública. Durante palestra no 10º Congresso Internacional da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), em São Paulo, o magistrado também fez criticas à morosidade do Judiciário brasileiro, e afirmou: "A Justiça, quando tarda muito, não é uma completa Justiça".

Postagens mais visitadas