Seja Bem Vindo

Seguidores

sábado, 4 de julho de 2015

Riscos de cassação de diploma eleitoral e impeachment de Dilma abrem espaço para golpe parlamentarista

Depois que o PT não conseguiu impedir no TSE que Pessoa prestasse depoimento, no governo, no Judiciário e no Congresso já se fala, abertamente, que Dilma corre sério risco de ter o diploma eleitoral cassado, em um polêmico caso que os sete membros do TSE devem julgar até outubro. A situação dela é classificada como delicadíssima no tribunal. Três ministros tendem a votar contra o governo (Gilmar Mendes, João Otávio de Noronha e até o presidente José Dias Toffoli, que foi advogado do PT em outros tempos). Um quarto voto, do ministro Luiz Fux, também pode ferrar Dilma. A Presidente só teria votos favoráveis de Luciana Lóssio, Henrique Neves e Maria Thereza Assis Moura.

Postagens mais visitadas